terça-feira, 29 de maio de 2012

8 MIL TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS CHEGAM EM BRASÍLIA PARA COBRAR RESPOSTAS À PAUTA DE REIVINDICAÇÕES

29/05/2012

Cerca de 8 mil trabalhadores e trabalhadoras do campo e da floresta estarão em Brasília para cobrar do governo federal respostas à pauta de reivindicações do Grito da Terra Brasil, no dia 30 de maio, na Esplanada dos Ministérios. A pauta, entregue em 27 de abril à presidenta Dilma Rousseff, intitulada “Agenda por um desenvolvimento rural sustentável e solidário”, contempla 138 propostas que expressam as principais reivindicações dos trabalhadores(as) rurais ligados à CONTAG, às 27 Federações de Trabalhadores na Agricultura (FETAGs) e os mais de 4.000 Sindicatos de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTRs), que representam atualmente cerca de 20 milhões de homens e mulheres do campo.
Até o momento, a CONTAG já foi recebida nos Ministérios do Desenvolvimento Agrário, Meio Ambiente, Fazenda, Educação, Cultura, Esportes, Cidades, Justiça, Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza, Saúde, Mulheres, Juventude, Trabalho e Emprego, Previdência e Assistência Social, Integração Nacional, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e Relações Exteriores, um fato marcante que demonstra a força de uma confederação com quase 50 anos de existência, a maior da América Latina.
O Grito da Terra Brasil 2012
O GTB 2012, em sua 18ª edição, tem como base a realização de uma ampla e massiva reforma agrária e a valorização e fortalecimento da agricultura familiar, questionando o descaso do governo ao papel da terra e do território para a valorização dos povos do campo e no combate à fome e à miséria no sentido de assegurarem a soberania e a segurança alimentar e na promoção do trabalho e justiça no campo brasileiro.
Os pontos centrais da pauta do GTB versam sobre desenvolvimento rural com distribuição de renda e riqueza e o enfrentamento às desigualdades; e garantia e ampliação dos direitos sociais e culturais com qualidade de vida no campo e nas florestas, participação e controle democrático e organização sindical, orçamento público e pautas regionais.
As negociações da pauta do GTB nos ministérios iniciaram no último dia 21 de maio e se encerram nesta terça-feira (29 de maio), prazo limite para o governo responder aos rurais. Em 30 de maio, acontece a grande mobilização nacional, em Brasília, quando a presidenta Dilma Rousseff deverá receber uma comissão composta pela diretoria da CONTAG, os coordenadores regionais e os presidentes das FETAGs, para entregar o caderno de respostas à pauta de reivindicações do 18º Grito da Terra Brasil. Os trabalhadores e as trabalhadoras rurais estarão na Esplanada dos Ministérios das 5h às 17h30.
Fonte: Imprensa CONTAG - Maria do Carmo de Andrade Lima e Verônica Tozzi

CONTAG entregará Pauta da Agricultura Familiar 2018/2019 à Sead nesta terça-feira (03)

A Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (CONTAG) entregará nesta terça-feira (03), às 16 hor...